Você, que caminha incerta pela vida, perdida por entre crenças e imprecisões, saiba que de preciso, só teu viajar. Viver será sempre a ambiguidade, o indefinido, a surpresa inesperada. Então não espera, vai. Vai flutuando. Confia nas tuas asas fortes e resistentes, asas que vacilam entre nuvens, mas não hesitam no manejo da espada. Faz de São Jorge teu guia — ele que fez morada na história e, de quebra, ainda ganhou a lua. Ergue teu punho enquanto medita tua luta. O arco-íris te ampara e te nutre, fazendo florecer das tuas entranhas o fruto da intuição, que é a verdade. Tua verdade habita o mundo e te espera. A verdade é o processo. A verdade é a vida.

--

--

Toda manhã, água fervendo,
duas xícaras na mesa.
O vapor embaça meus óculos
enquanto assisto teu café esfriar.
Sozinha outra vez.

É que a saudade também embaça
as memórias
e o desalento me faz esquecer
que o vapor é só meu.
A negação de aceitar que
você se foi.

Desenho à mão + edições digitais

--

--

Rodei museus e galerias,
Ouvi as odes emanadas nos teatros,
Segui a orquestra, os atabaques
e dançarinos.
Li poemas gregos
de amores distantes, amores roubados.

Tantos clássicos atemporais não chegam
aos pés
do pássaro azul que fez um ninho
na janela do quarto,
pra você olhar de manhã,
atenta
enquanto assobia baixinho,
sob o sol fresco,
a canção das aves que aninham.

Essa imagem me rouba
um suspiro.
Minha obra de arte favorita.

Desenho meu à mão + edições digitais

--

--

Letícia Moreira

Letícia Moreira

21 Followers

em algum lugar, a qualquer momento, a gente se encontra, só pra se perder de novo. Insta: @lettiemoreira e @maisquesetimarte